terça-feira, 21 de Setembro de 2010

Armando Ferreira, presidente do SINAPOL (Sindicato Nacional da Polícia) discorda de greve que ele próprio convocou

«O presidente do Sindicato Nacional da Polícia (SINAPOL), Armando Ferreira, disse hoje discordar sobre o direito à greve na PSP, justificando o pré-aviso de greve da estrutura sindical como sendo uma decisão tomada em assembleia geral.



"Não concordo com a greve na PSP. Tenho que cumprir com a decisão da assembleia geral", disse Armando Ferreira aos coordenadores dos grupos parlamentares da Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

Segundo o sindicalista, na assembleia geral, onde foi decidido apresentar um pré-aviso de greve para os dias 19, 20 e 21 de novembro, durante a realização da cimeira da NATO em Lisboa, estiveram presentes cerca de 50 associados do SINAPOL.»

Texto in jornal "i" online, 21-9-2010

Sem comentários:

Enviar um comentário