segunda-feira, 27 de Junho de 2011

Praia da Rocha, Portimão: Sexo oral na Katedral

«Um casal foi ontem expulso da discoteca Katedral, na Praia da Rocha, Portimão, depois de ter sido apanhado em cenas de sexo oral junto a uma pista de dança.





À porta, a mulher recusou sair mas foi posta na rua por seguranças. Segundo o dono da discoteca, a cliente reagiu a pontapé e com insultos verbais. Aos agentes da PSP, chamados ao local pelo empresário, a mulher disse ter sido agredida por um segurança.

O casal estava com outro casal amigo, todos na casa dos 25 a 30 anos, e elas com sotaque nortenho. "Já tinham sido avisados", disse ao CM o proprietário da Katedral. Tomé Mangas explicou que eles já andavam sem camisolas e que um dos casais tinha simulado um coito numa área de ‘lounge' junto a uma pista de dança. E foi aí, ao lado da cabina de som, que o outro casal, segundo explicou o empresário, foi depois apanhado em flagrante quando a mulher fazia sexo oral ao homem. Foram convidados a sair, entre as 05h00 e as 06h00 da manhã, e o grupo todo dirigiu-se de forma ordeira para a saída. "Quando chegou à porta, a senhora recusou sair. O segurança agarrou-a e pô-la na rua", disse Tomé Mangas. A mulher, segundo o empresário, pontapeou o segurança e tentou dar-lhe um estalo. Depois, já na rua, insultou os dois seguranças à porta e queria voltar a entrar. "Chamei a polícia", disse o empresário. A mulher disse ter sido agredida mas não formalizou qualquer queixa.

Quando a PSP estava na discoteca, correu para uma agressão próxima, na avenida Tomás Cabreira. Só viram fugir cinco jovens. No chão estava outro, com um golpe superficial nas costas, que foi transportado ao hospital.»


in CM online, 27-6-2011

Sem comentários:

Enviar um comentário